terça-feira, 12 de setembro de 2017

História da Coletividade

ASSOCIAÇÃO RECREATIVA E FILARMÓNICA FRAZOEIRENSE

176 Anos ao serviço da Cultura, da Música e da Solidariedade


A Associação Recreativa e Filarmónica Frazoeirense, foi fundada em 08/09/1841 no lugar da FRAZOEIRA, pelo Comendador Higino Otto de Queiroz e Mello na casa pertencente ao Solar dos Senhores do Vinculo da Frazoeira (data de 1766), propriedade deste ilustre cidadão que se encontra logo à entrada do lugar, razoavelmente conservada.

No início da existência desta coletividade e devido à falta de sede própria história, a Associação Recreativa e Filarmónica Frazoeirense passou por vários edifícios provisórios na localidade, o que originou o extravio de documentação. Na altura do lançamento do primeiro livro “VIDAS PELA MÚSICA” fizemos vários apelos para que nos chegassem documentos que nos ajudassem a escrever a história o mais real e precisa possível, mas tal não aconteceu. No entanto, a documentação história do arquivo da coletividade, ouvindo os testemunhos dos músicos, diretores e amigos desta Associação possibilitaram com os conhecimentos da Drª Teresa Mendes a realização deste livro que pode ser adquirido na nossa sede e noutros pontos de venda.



Neste ano que comemoramos os 176 anos de vida, realçamos algumas datas que são de facto históricas e que ajudam a compreender o percurso rico e autêntico que a todos nos orgulha defender.
Assim a 05/09/1862, 21 anos depois da Filarmónica Frazoeirense ter sido fundada, a mesma participou nas festas da Srª da Guia do Avelar, notícia do Jornal O ALVAIAZERENSE que refere a Filarmónica Frazoeirense.
Em 1891, Alfredo Keil ao passar férias na pensão D. ANINHAS em Besteiras, dirigiu-se à Filarmónica para ouvir a música que acabara de escrever “A PORTUGUESA”, que em 1910 foi adotada HINO NACIONAL. Outra data que é oficial são os Estatutos da Filarmónica Carrilense, que ao ir para o Carril, terá mudado de nome, estatutos esses com data de 1909. Em 01/04/1943, muda-se para outra sede provisória pertencente à quinta e Solar da família Granado Cotrim Carvalho e Vasconcelos (mais conhecida casa Visconde de Tinalhas data 1748).


A Filarmónica voltou para a sua origem cujo nome voltou a ser alterado por Assembleia Geral em 13/04/1958 passando a denominar-se ASSOCIAÇÃO RECREATIVA FILARMÓNICA FRAZOEIRENSE.
O grande mentor de tudo, o Dr. José Real e sua família a quem muito devemos pela dedicação na construção da sede e dinamização cultural em várias vertentes.
Até à presente data, muitas têm sido as iniciativas de âmbito cultural e social.
Realçamos mais algumas datas, que foram um marco importante para muitos: a primeira televisão do concelho na casa da música em 1958; a sopa para os pobres inaugurada no dia 01/11/1958 e que se manteve até 1971, altura da reabertura da Casa do Povo da Frazoeira e que veio atribuir as reformas rurais passando as pessoas a ter um meio de sobrevivência; o primeiro Rancho Folclórico “OS ATRIVIDINHOS DA FRAZOEIRA em 1956; depois da visita da imagem peregrina de Fátima, na mesma data, a criação do Grupo de Teatro com o nome de RESITAS.

Nas últimas 4 décadas também fomos pioneiros em relevantes atividades: - O lançamento do 1º CD;
- O restauro e ampliação da nossa sede completamente renovada;
- Em 19/06/2011 a participação na cerimónia das comemorações dos 90 anos do Hino Nacional na Assembleia da Republica, facto reconhecido por ter sido esta Filarmónica a primeira a ensaiar “A Portuguesa”.
- Comemoração dos 100 anos da Republica em que tivemos um papel de destaque pela nossa ligação à Portuguesa.
- Participação nas comemorações dos 20 anos de serviço dos aviões F16 em Portugal na base aérea de Monte Real.

Não havendo de facto documentos oficias para todos os grandes acontecimentos, há versões antigas que fomos guardando, mas, o que mais interessa é mantermos toda esta riqueza que vem de há 176 anos e que tudo faremos para a transmitir aos mais novos


Nos dias 7 e 8 de outubro de 2017 vamos ter festa, ficam todos convidados a associar-se a mais uma manifestação cultural pela passagem de mais um aniversário.



domingo, 9 de abril de 2017

Centenas de peregrinos na Via Sacra

Este Domingo de Ramos centenas de peregrinos recordaram o caminho doloroso de Cristo até ao calvário na Via-Sacra "Uma vela a Jesus".
Nesta Via-Sacra do concelho de Ferreira do Zêzere ao Santuário de Nossa Senhora do Pranto em Dornes, participaram para além dos peregrinos dos concelhos da nossa região, participaram as 9 paróquias do concelho com os Grupos de Leitores, Confrarias, Acólitos, Agrupamento de Escuteiros 988, Bombeiros e GNR de Ferreira do Zêzere.
A cerimónia foi presidida pelo Vigário Geral da Diocese de Coimbra,  Padre Pedro Miranda concelebrada pelo Padre Manuel Vaz Patto.
Organização da Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense e do Santuário de Nossa Senhora do Pranto.







Vídeo: Região do Zêzere


sábado, 8 de abril de 2017

Concerto de Páscoa no Santuário de Dornes


Inserido na programação cultural da Via-Sacra "Uma vela a Jesus", realizou-se este sábado, dia 8 de abril, no Santuário de Nossa Senhora do Pranto de Dornes, o concerto de Páscoa com o Coro Misto da Associação Canto Firme de Tomar e este ano pela primeira vez com o Grupo Coral de Ferreira do Zêzere, acompanhados pelo Órgão de Tubos e Orquestra.


Fotografia - Dina Cotrim

Fotografia - Dina Cotrim




A
organização foi da Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense, com o apoio da Associação Canto Firme e Santuário de Dornes.


terça-feira, 14 de março de 2017

Via Sacra “Uma vela a Jesus” – Dia 9 de abril


“Uma vela a Jesus”, a tradicional Via-sacra de quatro quilómetros no percurso dos cruzeiros de Dornes em direção ao Santuário de Nossa Senhora do Pranto, vai realizar-se este ano no dia 9 de abril às 18h00.  
Vai ser presidida pelo Vigário Geral da Diocese de Coimbra, o Padre Pedro Miranda. Nesta caminhada de fé estão envolvidas todas as freguesias e paróquias do concelho de Ferreira do Zêzere com os grupos corais, confrarias, leitores e catequese.
Este ano a novidade será a procissão do Senhor dos Passos que acompanhará todo o percurso da Via Sacra até ao Santuário em Dornes.
Todos os anos são várias centenas de peregrinos que em Domingo de Ramos participam nesta Via-sacra, pelas condições físicas e naturais do percurso até ao Santuário, pelos momentos de silêncio e de oração proporcionados, pelo sacrifício da caminhada, pela devoção à Nossa Senhora do Pranto. Os peregrinos que levem carro devem deixar os passageiros no início da Via-sacra, seguem até Dornes apenas os condutores que terão transporte a partir das 16h00 junto à ponte. Neste Dia Mundial da Juventude, estará também envolvida toda a catequese, grupos de jovens e Agrupamento de Escuteiros de Ferreira do Zêzere. A organização é da Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense e do Santuário de Nossa Senhora do Pranto de Dornes.


Concerto de Coro e Órgão em Dornes – Dia 8 de abril
Inserido na programação cultural da Via-Sacra "Uma vela a Jesus", vai realizar-se no próximo dia 8 de abril no Santuário de Nossa Senhora do Pranto de Dornes o concerto de Páscoa com o Coro Misto da Associação Canto Firme de Tomar  e este ano pela primeira vez com o Grupo Coral de Ferreira do Zêzere, acompanhados pelo Órgão de Tubos.
A organização é da Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense, com o apoio da Associação Canto Firme e Santuário de Dornes.


quarta-feira, 8 de março de 2017

Assembleia Geral a 18 de março

A Assembleia Geral da nossa coletividade realiza-se no próximo dia 18 de março às 19h30 e terá a seguinte ordem de trabalhos:
Apresentação, apreciação e votação do relatório e contas de 2016 e parecer do Conselho Fiscal;
Apresentação, apreciação e votação das atividades realizadas em 2016;
Outros assuntos.